SETOR DE CULTURA - BIOGRAFIAS

RESUMO DA BIOGRAFIA DE ORIVAL AUGUSTO LEHMKUHL

        Orival Augusto Lehmkuhl, Patrono da Biblioteca Pública de Águas Mornas, é natural deste Município e nasceu no dia 6 de abril de 1925. Filho de Antônio Henrique Lehmkuhl e Isabel Kuntz Lehmkuhl. Estudou nas séries primárias em Águas Mornas e as outras séries em Ituporanga, onde morava na casa de seu irmão Heriberto. Sem concluir seus estudos, voltou para casa a fim de ajudar sua mãe que era viúva.

        Desde muito cedo se dedicou a ajudar na capela do Sagrado Coração de Jesus como catequista e, sendo assim, foi grande o número de crianças por ele catequizadas. Casou-se com Terezinha Lídia de Abreu, no dia 18 de fevereiro de 1950, com quem teve doze filhos. Não era fácil educar e sustentar uma família tão numerosa. Passou por muitas dificuldades, mas, felizmente, foi chamado para lecionar o “Mobral” – Movimento Brasileiro de Alfabetização – onde conseguiu ensinar um bom número de pessoas que, deste modo, puderam tirar seus títulos de eleitor, pois naquela época, analfabetos não podiam votar. E assim, o seu “Vavá”, como carinhosamente era chamado, foi levando sua vida. Até que a escola estadual local, com seu número elevado de alunos, passou a trisdobrada, onde deu mais uma vaga para professor.

        Lecionando com três professores, Herna da Silva Sens que era a regente, Nair M. Steinbach e Orival Augusto Lehmkuhl, seus auxiliares. Tudo ia muito bem, cada qual respondendo pelas suas respectivas classes. Numa determinada época a política virou e, “como sempre existem os sofredores”, o Sr. Orival foi demitido por ser um professor não titulado. Entretanto, “como sempre existem, também, as pessoas generosas e como Deus olha pelas boas pessoas”, o então prefeito Sr. Balduino Weber legislatura (1969-1973), o chamou para ocupar a vaga de Secretário de Obras, onde fez um bom trabalho nesse período. Mesmo com todas essas atribuições, não abandonou a igreja, ajudando como catequista. Devido à exoneração de professor, ele procurou os seus direitos, o que levou um bom tempo, mas, “graças a Deus”, ganhou a causa, voltando a ocupar sua vaga na Escola Básica Coronel Antonio Lehmkuhl, onde ficou responsável pela merenda escolar.

        Já no seu novo posto de serviço, foi fazer o Cursilho de Cristandade, voltando muito impressionado, sempre levando a Bíblia, através da qual passava mensagens para seus colegas. Foi a partir que lhe surgiu o desejo de se tornar Ministro da Eucaristia, ocasião em que o povo o recebeu com entusiasmo por ser uma pessoa competente, dedicada e muita querida bem pela comunidade de Águas Mornas. Alguns anos depois, no dia 26 de abril de 1982, foi ordenado Diácono Permanente pelo Arcebispo Metropolitano de Florianópolis Dom Afonso Niehues.

        Pouco tempo depois – em 28 de julho de 1982 –  teve a triste notícia da morte de sua esposa, Dona Terezinha, ocasionada por problemas cardíacos. No dia 24 de abril de 1984, o Sr. Orival Augusto Lehmkuhl veio a falecer por problemas, em parte, atribuídos a depressão, motivada pela perda da esposa. Mesmo com todos os problemas de saúde, continuava trabalhando na igreja, respondendo por suas atribuições, até a data de seu falecimento.

        A Biblioteca Pública Municipal da cidade de Águas Mornas foi instituída por disposição da lei nº 311/89, de 08 de novembro de 1989. Porém sua instalação oficial se deu aos 29 de dezembro de 1994 (aniversário do município) nas dependências físicas do complexo educacional. Sua denominação quer ser uma homenagem ao benemérito senhor Orival Augusto Lehmkuhl (*06/04/1925 24/03/1984) pelos relevantes serviços públicos prestados ao povo aguasmornense.


Orival Augusto Lehmkuhl no dia de sua Ordenação Diaconal: 26 de abril de 1982.

O Diácono Orival Augusto Lehmkuhl recebendo. os cumprimentos
do Arcebispo Metropolitano de Florianópolis, Dom Afonso Niehues,
pela sua ordenação, realizada em 26 de abril de 1982, na Igreja
Sagrado Coração de Jesus, em Águas Mornas. Em primeiro plano,
o pároco Pe. Frei Adalberto Gaszczak - OFM.



Clique para ampliar


Provisão expedida pela Arquidiocese de Florianópolis
em favor do Diácono Permanente Orival Augusto Lehmkuhl.